Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Middle Way

Blog humanitário e reivindicativo da liberdade e felicidade de todos, até do próprio planeta.

Blog humanitário e reivindicativo da liberdade e felicidade de todos, até do próprio planeta.

20
Mar18

Pequenas ideias para mudar o mundo #7 - o vale dos lençóis

JR

A propósito do meu último post sobre o sono, decidi partilhar a receita do meu vaporizador de lençóis.

 

Há uns tempos, recebi um pequeno spray aromático de alfazema. Todas as noites, antes de dormir, aplicáva-o na minha almofada e relaxava quase de imediato. Aos poucos, tornou-se hábito, parte integrante de uma irregular rotina do sono (um bocado contrasenso...). Mas, nos dias em que adormecia numa almofada com cheirinho a alfazema, o sono chegava mais cedo e mais tranquilo. Provável efeito placebo, mas ainda assim...

 

Quando a embalagem acabou, debati-me com a perspectiva de comprar mais coisas supérfluas cá para casa: mais embalagens de plástico em coisas que, na verdade, não me eram essenciais. Acabei por perceber que conseguia reproduzir o spray de forma caseira, utilizando ingredientes que já tinha.

Et voilá!

 

IMG_20180219_123932.jpg

 

Vaporizador de alfazema:

 

- 480 mL de água fervida (arrefecida)

- 2 colheres de sopa de álcool (podem optar por uma bebida alcóolica sem cor como aguardente, vodka...)

- 10-15 gotas de óleo essencial de alfazema

 

Misturam-se todos os ingredientes numa embalagem de vaporizador e já está!

Aplico todos os dias, antes de fazer a cama e na minha almofada pouco antes de dormir. 

Podem variar o aroma alterando o óleo essencial. No Verão, algo mais cítrico também pode ser interessante.

 

IMG_20180219_123948.jpg

 

 

Bons sonhos! 

Follow
11
Dez17

Laranja e chocolate

JR

Acho que nunca tinha mergulhado assim no Natal.

Ele não existe, apenas. É criado por mim, por nós, pela nossa família. Dia após dia.

Como qualquer outra história, vai ganhando forma e conteúdo. As cores e os cheiros intensificam-se. A casa fica cada vez mais aconchegante.

 

A pequenina vai familiarizando-se com o Natal. Parece que se vão dar bem.

 

Os últimos dias foram bastante activos, graças ao nosso divertido calendário do advento. Não só fomos conhecer a Vila Natal de Óbidos, mágica para as crianças, como também tivemos a oportunidade de decorar a nossa casa com laranjas, cozinhar um delicioso bolo de gengibre e adoptar uma planta nova. Enquanto escrevo estas linhas, saboreio um incível chocolate quente, tão bom quanto calórico. 

...mas é Natal e merecemos.

 

IMG_20171210_143651.jpg

 

 

Laranjas desidratadas

 

Decidimos desidratar laranjas e utilizá-las na decoração da nossa casa. Ficaram lindas! O processo é fácil, mas demora tempo.

 

Ingredientes:

- duas laranjas médias

- açúcar em pó qb

 

Basta cortar as laranjas às fatias, o mais fino possível, tentando manter a sua forma circular intacta. Posteriormente, secam-se as fatias em panos de cozinha.

Polvilham-se ambos os lados das fatias de laranja com açúcar em pó e, de seguida, distribuem-se as mesmas num tabuleiro de ir ao forno forrado a papel vegetal.

Vão ao forno a uma temperatura de 100ºC, durante 3 horas. De tempos a tempos, devem-se virar as fatias, de modo a obter uma desidratação uniforme.

Depois...é só dar asas à imaginação!

 

IMG_20171207_171052.jpg

 

IMG_20171207_213211.jpg

 

IMG_20171207_221039.jpg

 

IMG_20171207_220852.jpg

 

IMG_20171207_221608.jpg

 

IMG_20171207_224540.jpg

 

 

Chocolate quente mega calórico (mas incrível):

 

Acreditem, vale a pena experimentar! Principalmente no Natal. 

Vá...talvez, também, na Páscoa. 

 

Ingredientes:

- 200mL de leite meio gordo

- 120g de chocolate negro (mínimo 70% de cacau) cortado em pequenos pedaços

- 100g de natas

- açúcar a gosto (opcional)

- 1/2 colher de chá de café solúvel

 

Numa panela pequena, aquece-se em lume médio o leite, as natas, o açúcar e o café. Retira-se do calor pouco antes de levantar fervura (quando começam a formar-se umas pequenas bolhinhas na periferia). Nessa altura, adiciona-se o chocolate em pedaços e vai-se mexendo até que fique todo dissolvido. 

Se pretenderem uma consistência mais espessa, basta adicionar mais chocolate.

 

Aquece o corpo e a alma.

 

IMG_20171211_233725.jpg

 

 

Prometo, em breve, apresentar-vos a nova inquilina desta casa. E, também, partilhar a receita do nosso bolo de gengibre, que tem sido um sucesso.

 

Até lá, que tenham dias felizes!

 

 

 

Follow
05
Dez17

Plasticina de Maizena e outras ideias giras para os miúdos

JR

Dias de ida ao hospital são sempre mais atribulados. Por isso, hoje, tivemos de adiar a atividade do nosso calendário do Advento. Desta forma, amanhã vamos cumprir não uma, mas duas actividades! 

 

Tem sido uma experiência maravilhosa! Por um lado, quero que a bebé comece a ver toda esta azáfama boa como rotina de Natal. Quanto a mim, tenho descoberto alguns dotes escondidos e, confesso, tem-me dado prazer criar coisas de raíz, com as minhas próprias mãos. Acima de tudo, temo-nos divertido imenso!

 

Há uns dias atrás fizemos neve de moldar (uma espécie de plasticina). Faz-se, literalmente, em menos de 5 minutos com ingredientes que quase toda a gente tem em casa (ou fáceis de adquirir).

 

IMG_20171203_111606.jpg

 

IMG_20171203_111719.jpg

 

Como fazer?

 

IMG_20171203_113602.jpg

 

- Basta misturar partes iguais de amido de mido (farinha Maizena) e loção corporal! Done! Para ficar a parecer neve, convém usar um creme de corpo de cor branca. Nós juntamos, ainda, uns brilhantes comestíveis que eu tinha cá em casa e umas gotinhas de óleo essencial de pinho para lhe dar um toque mais florestal. 

Quando se começa a misturar os ingredientes com a mão, o preparado é, inicialmente, um pouco pegajoso, colando-se aos dedos. Mas, quando bem misturado, parece plasticina! 

Tanto dá para esfarelar como moldar! - Tal e qual a neve! (principalmente após guardar a plasticina no frigorífico umas horas...)

Tem, ainda, a vantagem de deixar as mãos extremamente hidratadas. 

 

Para acompanhar esta tarefa, fizemos uns chips de couve Kale. Crocantes! 

 

IMG_20171203_122235.jpg

 

Basta ripar as folhas da couve e dispô-las num tabuleiro, regar com azeite e temperar com sal e pimenta. Vão ao forno pré-aquecido a 150ºC durante uns 5 minutos. 

Fácil. Muito Fácil!

 

Por fim, a manhã de ontem foi passada na apanha da pinha! 

Exactamente...o objectivo era ir apanhar pinhas, folhas, ramos...enfim, o que nos chamasse à atenção, para, depois, decorarmos a nossa casa de forma natural e sem desperdício. Fomos, alegremente, brindadas com um dia lindo de sol.

Eis o resultado...

 

IMG_20171205_223358.jpg

 

IMG_20171204_131912.jpg

 

IMG_20171204_192712.jpg

 

IMG_20171204_192613.jpg

 

IMG_20171204_192939.jpg

 

 

E por aí? O que andam a fazer com as vossas crianças? (Ou com as crianças que há em vocês...?) 

Follow
02
Dez17

Os dois primeiros dias do Advento

JR

Num dos últimos posts partilhei algumas ideias para um Natal mais sustentável. Ideias que me foram surgindo, a mim mesma, quando pensei sobre o assunto. Uma delas era sobre um calendário do Advento com actividades familiares em vez de chocolates ou prendinhas. Isto, no último ano, tornou-se extremamente importante para mim, com o nascimento da nossa pequenina. Estarmos todos juntos.

 

E, portanto, Dezembro já começou! Infelizmente, a montagem da árvore de Natal teve de ser adiada uma vez que o papá tem estado fora. De qualquer forma, eu e a bebé temos cumprido o ritual e as tarefas!

 

No primeiro dia, tínhamos de criar um presépio com materiais que tivessemos cá por casa. Depois de retirar algumas ideias online metemos mãos à obra! Utilizamos rolhas de cortiça, restos de tecido, botões velhos, um colar de madeira estragado, um pauzinho de madeira que apanhamos no parque e um pedaço de algodão que ainda tinha perdido cá por casa. A base do presépio é uma base de copos (que depois vai voltar para a sua função original). A pequena H. adorou espalhar tudo pelo chão! 

E é com orgulho que vos apresento...

 

...o nosso presépio!

 

IMG_20171201_151019.jpg

 

 

No segundo dia tinhamos como tarefa montar a prenda da Salsa, a nossa chihuahua. Todos os anos ofereço uma nova caminha à Salsinha. Isto porque ela acha que a cama é um óptimo objecto para roer ou para "escavar". Ano após ano, temos sempre uma cama em ruínas. Este não foi excepção. Mas, em vez de comprar uma cama igual a todas as outras, decidi comprar um cesto de verga resistente, uma boa mantinha e, depois, utilizar uma almofada velha que aqui tenho e uma fronha tingida. O resultado, esteticamente, foi muuuuito melhor que qualquer uma das caminhas que lhe tenho comprado até agora. E ela adorou!

No futuro, é só ir mudando as almofadas por almofadas nossas que vão ficando velhas. Acredito que o cesto de verga se vá aguentar! É, também, muito mais fácil de limpar.

 

E a Salsa ficou feliz!

 

IMG_20171202_163329.jpg

 

IMG_20171202_164255.jpg

 

E, para aquecer as noites que vão ficando gélidas, tenho feito um latte de camomila e alfazema. Delicioso!

 

IMG_20171202_224225.jpg

 

Num fervedor, deita-se a quantidade de leite pretendida (leite de vaca ou vegetal) e um bocado de camomila seca e alfazema (a gosto). Deixa-se aquecer bem, mas sem deixar ferver.

Coa-se o preparado para uma caneca e podem adoçar com uma colher de mel. 

 

IMG_20171202_224152.jpg

 

IMG_20171202_224531.jpg

 

Que venham os próximos dias e as próximas actividades!

I am ready!

 

 

Follow
06
Nov17

Pequenas ideias para mudar o mundo #5 - pratos e panelas

JR

IMG_20171106_115552.jpg

 

 

Já não é a primeira vez que falo num detergente caseiro feito à base de sabão de castela. Este fim-de-semana tive de reabastecer o nosso stock, pelo que aproveito para partilhar a receita com vocês.

 

Já há algum tempo que não compro detergente da loiça. Tenho lavado os pratos com este detergente que eu própria faço - em 5 minutos!

Uma vez que é feito com sabão de castela, tenho a certeza que não estou a utilizar nenhum ingrediente nocivo para o meio ambiente. Utilizo os óleos essenciais que quiser para lhe dar o aroma perfeito! As únicas embalagens de plástico (reciclado) que utilizo são as do sabão de castela do Dr. Bronner´s - cada embalagem dura-me imenso tempo (e também as utilizo para fazer o detergente para o chão...!).

 

Este detergente, sendo uma versão diluída, faz menos espuma que os detergentes de compra. Considero que, a diluição que eu uso, funciona perfeitamente para nós. Basta pôr um bocado do detergente na esponja da loiça e lavar logo, sem passar a esponja previamente por água. De qualquer forma, podem utilizar o sabão de castela puro, sem adicionar água (aí terão muuuuita espuma), mas penso que será um desperdício de recursos e dinheiro. 

Não tenho problemas a desengordurar a loiça. Pratos e embalagens de silicone e de plástico podem necessitar de mais do que uma passagem de detergente, mas isso já me acontecia com os detergentes de compra também. O meu truque para loiça mais difícil de desengordurar já é antigo. Aprendi-o nos tempos da faculdade com um rapaz meio italiano: colocar o detergente directamente na mão e lavar assim, sem esponja! Fica perfeito em apenas uma lavagem! 

 

IMG_20171106_115625.jpg

 

IMG_20171106_115658.jpg

 

 

Ingredientes:

- 200mL de sabão de castela líquido - utilizei o da Dr.Bronners, sem cheiro (comprei aqui);

- 650mL de água;

- 5 gotas de óleo essencial de tea tree - devido às suas aparentes propriedades antibacterianas;

- 10 gotas de óleo essencial de laranja - porque cheira muito bem.

 

Juntei, numa garrafa antiga de água do Luso, todos os ingredientes e abanei bem! Feito!;) 

Depois foi só encher o dispensador mais pequeno que tenho junto ao lava-loiça.

 

Experimentem! Depois digam-me como correu 

Follow
18
Out17

Pequenas ideias para mudar o mundo #4 - o chão

JR

Cada vez me sinto mais convicta das mudanças que tenho feito. Em mim. Em casa. Na família. Tenho certeza que temos de cuidar melhor do nosso planeta, da Natureza, do nosso país. De certa forma, este gap year involuntário tem estado a seguir um rumo interessante e imprevisível. Tenho conhecido pessoas diferentes, invulgares e inspiradoras. Tenho prestado atenção a outras formas de levar a vida. Tenho aprendido sobre temas impensáveis. Tenho-me desafiado.

 

Já há algum tempo que ando a experimentar fazer alguns dos produtos de limpeza cá de casa. Antes de ter sido convencida, tive de procurar alguma coisa que fosse fácil de fazer. Depois, tive de testá-la. Sinto-me, neste momento, confiante para partilhar a receita do lava-tudo que tenho usado para o chão.

O ingrediente principal é o sabão de castela, um sabão totalmente natural à base de azeite. O mais famoso é o sabão da marca Dr.Bronner´s - o que eu uso. Aparentemente é um sabão multifacetado, que pode ser utilizado de diversas formas: para o banho, para a loiça, para o chão, para os dentes, para o cabelo, etc etc etc... Ainda não me aventurei assim tanto, mas estou feliz a usá-lo na loiça e no chão.

 

Vejo várias vantagens em fazer o meu próprio lava-tudo:

- sei exactamente aquilo que leva.

- é completamente eco-friendly.

- diminuí bastante o número de embalagens de plástico - cada embalagem do Dr.Bronners dura e dura e dura e dura...

- posso ir variando o cheirinho (óleo essencial).

- poupo dinheiro.

 

Ora, aqui está ele! (dentro de uma embalagem antiga de Sanytol)!

 

IMG_20171018_215051.jpg

 

Os ingredientes são simples!

Cada embalagem leva, aproximadamente, 1L de água.

 

Ingredientes:

- +/- 1L de água

- 1-2 colheres de chá de sabão de castela (comprei na Green Goji) - eu usei o suave, de bebé, por não ter cheiro...mas podem escolher outro

- 5 gotas de óleo essencial tea tree (com aparentes propriedades antibacterianas...)

- 10 gotas de óleo essencial de pinho (ou outro, conforme o cheiro que pretendam)

 

Já está!

Esta receita foi baseada no blog Homesong.

Podem, também, preparar directamente no balde, em menos de 5 minutos.

 

IMG_20171018_140244.jpg

 

 

IMG_20171018_140343.jpg

 

Tem funcionado! :) Toca a experimentar!

Follow

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

A Ler

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D

    Website translation