Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Middle Way

Blog humanitário e reivindicativo da liberdade e felicidade de todos, até do próprio planeta.

Blog humanitário e reivindicativo da liberdade e felicidade de todos, até do próprio planeta.

15
Ago17

Cinesioterapia divertida #1

JR

O tempo passa a correr. Mesmo.

 

Entre hoje e o último post já se passou algum tempo. A verdade é que ando ocupada e entretida a investigar como reduzir a minha pegada ecológica. Ando a ler e pesquisar sobre o chamado Zero Waste Lifestyle. Ou seja, como reduzir, drasticamente, o lixo cá de casa. Tenho descoberto coisas bastante interessantes! Por um lado, a comunidade zero waste/lixo zero é gigantesca! Muito proactiva, divertida e consciente. Por outro lado, existem soluções e alternativas bastante acessíveis. Muito mais do que estava à espera. Portanto, estou entusiasmada com este meu novo projecto familiar e espero poder alargá-lo a outras casas e outras famílias. O planeta agradece. E os nossos filhos, netos, bisnetos (...) também.

 

Mas isso fica para posts futuros. Estejam atentos e entrem neste caminho comigo.

 

Hoje, como tooodos os santos dias, começamos o dia, eu e a bebé, na nossa ginástica matinal - a tão necessária cinesioterapia respiratória.

Os doentes com Fibrose Quística (FQ), como referi num post anterior,  acumulam nas suas vias aéreas muco espesso e viscoso que, ao longo do tempo, vai levar a uma maior acumulação de bactérias, com aumento da resposta inflamatória local e desenvolvimento de infecções respiratórias de repetição. Uma das partes fundamentais do tratamento é a cinesioterapia respiratória, um conjunto de exercícios e técnicas que, aliadas à medicação, vão ajudar a eliminar esse muco.

 

Nas crianças, iniciar estas técnicas, pode ser difícil. É preciso ter rotina e tentar, ao máximo, tornar tudo numa brincadeira divertida. Deve ser feita todos os dias e, nas exacerbações, duas vezes por dia.

Desde os 6 meses de idade que começamos a fazer este tipo de exercícios. Recentemente, a Associação Nacional de Fibrose Quística (ANFQ) conseguiu disponibilizar fisioterapia domiciliária aos bebés mais pequeninos. Assim, tivemos duas fisioterapeutas cá em casa a ensinar-nos a todos (incluindo a babysitter) como fazer a cinesioterapia adaptada à idade. Uma iniciativa tão importante que, desde já, agradecemos.

 

A pequenina já aderiu à rotina e, todas as manhãs, depois do pequeno-almoço, lá vai ela buscar o tapete de actividades e a sua bola de pilates. Logo a seguir traz os comandos da televisão.

 

IMG_20170815_092118.jpg

 

Decidimos aliar a fisioterapia aos seus desenhos animados preferidos. Dessa forma, conseguimos que ela fique a saltar na bola entre 30 minutos a 1 hora, sempre animada e divertida. Pelo meio, tentamos fazer alguma percussão torácica (que ela tolera bem) e algumas compressões da grelha costal (que ela não gosta muito...).

 

O benefício destes exercícios é cumulativo, o que significa que se fizermos pouco tempo, várias vezes por dia, continuam a ser vantajosos. Por isso, quando a bebé se cansa, nós não forçamos. Queremos que seja algo que ela goste de fazer. Quando isso acontece, tentamos repetir a "ginástica" mais tarde.

 

IMG_20170506_100140.jpg

 

Pais de bebés com FQ que me estejam a ler, que técnicas utilizam? Como as tornam divertidas? Todas as sugestões e partilhas são preciosas!

Follow

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

A Ler

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D

    Website translation